sábado, 27 de novembro de 2010

Oração de Isaias!

O meu povo andava mal.
Esquecia-se de Deus
Trocava com facilidade Deus por aquilo que, de imediato, lhe era mais apetecível.
Os nossos reis foram os primeiros a dar mau exemplo. Foram infiéis a Aliança. Adoravam toda a espécie de divindades e não acreditavam em Deus. Às vezes, dizem que sim, mas quando surgiam dificuldades, as provas, recorriam ao Egipto, à Assíria, aos Babilónios que eram mais poderosos que nós.
Deus estava muito desgostoso com eles.
Eu também estava triste.
Um dia fui ao templo rezar. E o Templo encheu-se da Glória de Deus. Senti-me deveras pequeno e disse:
“Ai de mim, estou perdido, sou um homem de lábios impuros, que habito no meio de um homem de lábios impuros”.
Então um Querubim pegou numa tenaz em brasa, dirigiu-se a mim, tocou com ela nos meus lábios e disse: “a tua culpa foi tirada e apagado o teu pecado”
Foi então que ouvi a voz do Senhor que me perguntou: “Quem enviarei? Quem irá por mim?”.
Eu disse: “Eis-me aqui, envia-me”.
Pois vou enviar-te a este povo duro de coração e surdo à minha Palavra. Estou farto de o suportar. Dele só se aproveita o tronco que é uma semente santa, a seiva que rejuvenesceu o nosso tronco santo.
E passados alguns anos vejo que és Tu Jesus, essa semente santa, o Emanuel, Deus connosco, a Luz das Nações, o Messias de Deus, a nossa Paz.
Vens dar um coração novo a este Povo. Formar um Povo novo que obedeça aos Teus mandamentos.
Como é Grande o Teu amor por nós!
Como é Grande o Santo de Israel!

Do Livro do Advento e Natal - Padre Joaquim Domingos C. Areais - Arrifana/2002

Nenhum comentário: