quinta-feira, 24 de dezembro de 2015

Logo à noite: - Missa do Galo

Na nossa Igreja de Cucujães logo à noite, celebramos o natal de Jesus
 Não resisti a copiar este convite:

"apareçam para celebrarmos o natal de Jesus com toda a alegria.
Juntamo-nos às 23.45h à volta daquele que, afinal, é o motivo de tudo. (...) certamente já te deste conta que "simplificar" as linguagens da Fé coincide com aproximar-se de Jesus. Aproximar-se mesmo, a sério, sentir-lhe o cheiro nos gestos e as intenções nas palavras. Aproximar-se assim, até percebermos que, ao perto, não há nada nele que não se entenda. Então, vem.

Diz à malta aí em casa que venha também. Mesmo quem "não é de missas". Sobretudo "quem não é de missas". Porque amanhã não é dia "de missa". Mas é dia de celebrar, isso sim, e celebrar em grande. Porque aquele de quem vamos celebrar o nascimento vai-nos dar muito que contar.
E celebramos de noite, claro! Por isso é que se chama "MISSA DO GALO", por causa de uma lenda antiga segundo a qual nesta noite os galos cantavam muito antes, a destempo, interrompendo a noite! Porque não há mais noite quando nos nasce alguém assim. Porque o escuro fica vencido quando uma luz assim se acende entre nós, mesmo que seja lá num recanto do médio oriente. Porque as horas negras do mundo vão ter neste menino um adversário definitivo.
De noite, claro. Mesmo que os galos não cantem, caraças, cantamos nós!!!"

Nenhum comentário: