quinta-feira, 23 de fevereiro de 2017

"... Um mistério do Rosário por semana em família."


"Na nossa anterior caminhada diocesana, do Advento à Epifania, ousámos propor a meditação de um mistério do Rosário por semana, e em família, num ano tão fortemente inspirado pela comemoração do Centenário das Aparições de Fátima.

A proposta foi muito bem acolhida e pastoralmente muito aproveitada, pelo que merece ser prosseguida nesta caminhada, que nos conduz agora, das Cinzas ao Pentecostes, a caminho, com Maria, pelas fontes da alegria.
(...)
E nós tentamo-lo, com esta proposta, fiel à liturgia de cada domingo, apoiada no testemunho e na mensagem de Fátima, de modo a não largarmos mão de Maria, neste longo caminho, de três meses, pelas fontes da alegria. É um contributo que pode ser usado, segundo as possibilidades, recursos e criatividades de cada comunidade e de cada família. E, de algum modo, esta é também uma leitura guiada, para toda a nossa caminhada. Em todo o caso, seja sempre Maria, Senhora do Rosário de Fátima, a nossa guia e companhia, a guiar-nos, em espírito sinodal, pelas fontes da alegria.

1.ª Semana da Quaresma

P. Em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo.
R. Ámen.
P. Da Quaresma à Páscoa, caminhemos com Maria.
R. Maria, guiai a nossa família, pelas fontes da alegria!

P. Na Quarta-Feira de Cinzas iniciámos o nosso caminho para a Páscoa. Queremos fazê-lo, sob a guia e a companhia de Maria. A Mãe do Senhor é o mais belo exemplo do discípulo que escuta fielmente a Palavra de Deus e se deixa transformar por ela. Com Maria, seguiremos os passos de Cristo, até à Sua entrega amorosa na Cruz. Ali encontramos, firme e de pé, a Mãe de Jesus (cf. Jo 19,26). Nesta 1.ª semana da Quaresma, queremos, com Maria, pormo-nos a caminho, pelas fontes da alegria. E a primeira fonte da alegria, de que somos desafiados a beber, é a CONVERSÃO. Escutemos, então, a Palavra de Deus.

Do Evangelho segundo São Marcos (1,14-15)
“Jesus foi para a Galileia e proclamava o Evangelho de Deus, dizendo: «Convertei-vos e acreditai no Evangelho»”.

P. “Mistério de luz é a pregação com a qual Jesus anuncia a chegada do Reino de Deus e nos convida à conversão” (RVM 21). Não se trata apenas de mudar as nossas atitudes e comportamentos maus. Trata-se também de deixar o nosso coração transformar-se pelo amor de Deus, de modo que sejam novos os nossos modos de pensar, de olhar e de viver, cada vez mais voltados para os outros. A conversão supõe mudar de direção, voltar o coração e toda a nossa vida para Deus.

E aqui a mensagem de Fátima vem ao nosso encontro, com o seu repetido apelo: «penitência, penitência, penitência» (FSE 11), que outra coisa não quer dizer senão: «conversão, conversão, conversão». “O convite à conversão, à oração e à penitência pretende desbloquear os obstáculos que nos impedem de experimentar uma bondade que procede de Deus” (FSE 3). Nesta semana, procuremos descobrir quais os obstáculos que nos impedem de viver como filhos de Deus e como irmãos uns dos outros. Pensemos um pouco no nosso programa de «conversão». O que quererá Deus mudar na minha vida? O que vou fazer para que Deus a possa transformar à Sua vontade? Dediquemos algum tempo a fazer o nosso programa de Quaresma. Aproveitemos as oportunidades que a nossa comunidade nos oferece. E rezemos, para que a nossa vida dê frutos de conversão.

Pai-Nosso
10 Ave-Marias
Glória
P. Maria, Refúgio dos pecadores!
R. Guiai a nossa família, pelas fontes da alegria!"

IN Diocese do Porto

Nenhum comentário: